Padrinhos Guerreiros ICC: apadrinhar é acolher

Padrinhos Guerreiros ICC: apadrinhar é acolher

Rafaella Fragoso arrasa na nutrição e também como madrinha do programa Guerreiros ICC. A partir de indicação da gestora do setor, ela passou a acompanhar os eventos e ações, direta ou indiretamente, acolhendo e distribuindo empatia a cada paciente. ‘Apadrinhar é acolher. É poder ver o paciente além da doença. No programa a gente visita, Liga no aniversário, prepara momentos lúdicos, momentos de informação e diversão”, afirma.

Dar um jeitinho de estar perto e cuidar, apesar da rotina corrida, é uma das missões de um padrinho. “Apadrinhar um guerreiro é uma forma de abraçar. Abraçar com um sorriso, com uma mensagem, com um cuidado que faça ele se sentir acolhido além do tratamento. Para os colegas que não fazem parte do programa, fica a mensagem de que podemos sempre fazer mais”, convida Rafa.

Aniversário surpresa

Como uma ação para os pacientes internados, a Nutrição, copa e setores como a equipe multiprofissional, enfermeiros e técnicos de enfermagem ajudam numa força-tarefa no aniversário surpresa para pacientes internados.

‘Ele só fica sabendo na hora que a equipe chega com o bolo. É uma ação de humanização que encanta os pacientes e, principalmente, a nós, enquanto colaboradores.

Sem comentários

Deixa um comentário